Coordenação


2014 – 2016


Cristiane Santos Souza [Coordenadora]


2017 – 2018


Cristiane Santos Souza [Coordenadora]

Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia (UFBA); Mestre em Ciências Sociais (ênfase em Antropologia) pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais pela mesma universidade; Doutora em Antropologia Social, na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professora adjunta da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), Campus dos Malês, São Francisco do Conde Bahia. Coordenadora da pesquisa “Volta no mundo em imagens: Bimbau e Pierre Verger, trajetórias que se cruzam, identidades que se forjam?” (edital universal CNPq), coordenadora do grupo de estudos e pesquisas: Processos Sociais Memórias e narrativas Brasil/África – Nyemba. Tem experiência de pesquisa e ensino nas áreas de Antropologia e Sociologia, atuando principalmente com os seguintes temas: experiências, trajetórias de vida, sociabilidades, relações de gênero, relações étnico-raciais, território, identidade e processos sociais, movimentos sociais e educação.

http://lattes.cnpq.br/8814476853305554 Clique aqui.


Claudilene Maria da Silva [ Vice Coordenadora]

Apresenta uma trajetória de atuação que entrelaça cultura e educação. Possui graduação em Pedagogia (2004), Mestrado em Educação (2009) e Doutorado em Educação (2016) pela Universidade Federal de Pernambuco. Produtora cultural e pesquisadora da cultura afro-brasileira, entre os anos de 2005 e 2010 foi gerente do Núcleo da Cultura Afro-Brasileira da Prefeitura do Recife/Secretaria de Cultura. Na área da Educação sua experiência possui ênfase na formação de professores, atuando principalmente nos seguintes temas: didática, currículo e prática docente; relações étnico-raciais no espaço escolar; e identidade, cultura e resistência negra. Atualmente é professora efetiva da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), Campus dos Malês – São Francisco do Conde – Bahia.

http://lattes.cnpq.br/5637844544469243  Clique aqui.


2019


Zelinda dos Santos Barros [Coordenadora]

Cientista social, Doutora em Estudos Étnicos e Africanos (CEAO/UFBA), Mestra em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia (2003), Especialista em Educação à Distância pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (2008), Bacharela em Ciências Sociais pela Universidade Federal da Bahia (2000). Docente Adjunta da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (UNILAB). Coordenadora do grupo de pesquisa Nyemba – Processos Sociais, Memórias e Narrativas Brasil/África (UNILAB). Conselheira suplente do Conselho Estadual de Educação da Bahia, período 2018-2022. Tem experiência nas áreas de Antropologia e Sociologia, com ênfase em Gênero e Relações Raciais, atuando principalmente nas seguintes sub áreas temáticas: Estudos de Gênero, Estudos Feministas, Antropologia da Educação, Sociologia da Educação, História e Cultura Afro-brasileiras, Educação e Relações Etnicorraciais, Educação a Distância. Trabalhou em projetos de formação de professores a distância do MEC/SECAD (UNIAFRO, UAB/Rede de Educação para a Diversidade), tendo como parceira a Universidade Federal da Bahia (UFBA). Tem experiência em produção de material didático para EAD, Tutoria Online e Design Instrucional na plataforma Moodle. Coordenou o Curso a Distância de Formação de Professoras/es para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileiras (CEAO/UFBA), de 2007 a 2013. Consultora em Educação a Distância, Educação e Diversidade (Gênero e Relações Étnico-raciais). Membro da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN), da Associação Brasileira de Pesquisadores em Cibercultura (ABCiber) e da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC)

http://lattes.cnpq.br/6583938355056116, Clique aqui


Mariana da Costa Aguiar Petroni  [ Vice Coordenadora]

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (2003), onde realizou uma pesquisa de Iniciação Científica com o financiamento do CNPq, sobre a religião no México do século XVI. Fez o mestrado em Antropologia Social no Centro de Investigaciones y Estudios Superiores en Antropología Social – México (2008), onde realizou uma pesquisa sobre fotografia indigensita. E o doutorado em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas (2015), onde realizou uma pesquisa sobre biografias indígenas com o financiamento da FAPESP. Realizou um documentário sobre a perda de línguas indígenas no México (Voz… es. Uma história de tres lenguas) e diversas exposições fotográficas. Atualmente é professora da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, membro do grupo de pesquisa Nyemba – Processos Sociais, Memórias e Narrativas e pesquisadora do Laboratório Antropológico de Grafia e Imagem (La’grima) da Unicamp.

http://lattes.cnpq.br/0378563646135737 Clique aqui.