Biblioteca Náutica na Baía de Todos os Santos


Equipe Técnica:

Coordenação: Cristiane Santos Souza

Vice-coordenação: Joseane da Conceição Pereira Costa

Mobilização comunitária: Luiza Regis

Bolsistas e Voluntári@s: Bruna Aparecida Maia, Camila Rosa, Caroline dos Santos, Chitungane Chachuaio, Fabiana Gelard, Heloísa Lima, Joice Sacramento.

 

 


Sobre o Projeto:

O projeto tem a finalidade de gerar análises e reflexões acerca da cultura e das dinâmicas sociais existentes entre os estudantes e agentes educacionais e culturais da Baía de Todos os Santos, a partir da difusão do acesso à leitura, da contação de histórias e da disponibilização de livros e imagens ligadas a cultura e a histórias locais, afro-brasileiras e africana.

A ideia é que as atividades e o acervo bibliográfico transitem em embarcação, aportando em comunidades da Baía de Todos os Santos por uma semana para visitação ao acervo da biblioteca, participação nas atividades de contação de histórias e outras atividades artísticas e culturais.

A primeira visita ocorreu em Junho de 2016 nas comunidades pesqueiras e marisqueiras de Passé e Caboto no município de Candeias/BA. 

Neste ano de 2017, nossa Biblioteca Náutica navegará por mais duas comunidades da Baía de Todos os Santos, promovendo ações de valorização de saberes locais e tradicionais.

Fique por dentro de nossas atividades e venha navegar conosco nessa jornada de encantos e trocas.

 

 


Objetivos:

  • Difundir o acesso à leitura e atividades artísticas e culturais;
  • Dar visibilidade e valorizar a produção artístico-cultual e literária da região;
  • Contribuir na formação de novos leitores;
  • Contribuir na formação educacional das crianças e jovens;
  • Contribuir para a produção e valorização de outras narrativas sobre os processos sociais que configuram a Baía
  • de Todos os Santos.

 

 


Metodologias:

Neste primeiro ciclo de 2016-2017, focamos nossas ações em avaliar o trabalho que já vínhamos realizando desde o início de 2015, realizando encontros e reuniões periódicas para pautarmos os trabalhos realizados e planejarmos os passos seguintes.

Após a primeira visita (às visitas consistem em uma ocupação cultural e de formação de uma semana em cada comunidade banhada pelas águas da Baía de Todos os Santos, realizando atividades educacionais, formativas, artísticas e culturais), que fizemos na comunidade de Passé (Candeias-BA), em junho de 2016, focamos na busca de patrocínio público e ou privado para a realização das atividades propostas pela Biblioteca Náutica (B.N.), e reorganizar nossa equipe para melhor aproveitar as habilidades de cada envolvido no projeto.

No processo de organização da equipe, foram propostas reuniões de avaliação, para avaliar e ajustar aspectos metodológicos e estratégias de ação para potencializar o alcance das ações nas próximas comunidades a serem visitadas.

Nesta perspectiva foi proposto a inscrição das atividades da B.N. no Edital Setorial da Secretaria e Cultura do Estado da Bahia (Secult-BA), que se propunham a financiar projetos a serem realizados em todo o Estado; passamos por uma consultoria da própria Secult no qual concluímos a escrita de dois projetos, construídos a partir de ações pontuais da proposta geral da Biblioteca. Além da proposta geral do projeto, encaminhamos estes dois projetos específicos, dos quais um deles foi aprovado, a saber: “Griô na Baía de Todos os Santos: histórias lembranças e memórias que circulam pelas águas”. O recursos destinados pelo Estado, através da Secult/Ba, encontram disponíveis para a execução das ações pontuais da Biblioteca Náutica para este ano de 2017.

Ao longo do tempo também fizemos atividades de formação de nossa equipe, além da realização de oficinas de escrita criativa, abertas a comunidade estudantil no Campus do Malês. Em uma delas contamos com a presença da escritora e ativista Cidinha da Silva.

Por fim, para otimizar as visitações definimos o quadro de comunidades que receberam a visita da B.N. A proposta prevê a visita em 02 (duas) comunidades banhadas pela Baía de Todos os Santos durante o ano de 2017, reservando um intervalo entre estas visitas de três meses, destinados para melhor mobilização comunitária, organização da logística e as ações prévias de comunicação.

Continuamos com a realização de oficinas de formação para contação de histórias e manuseio e organização de acervo bibliográfico, destinadas aos estudantes bolsistas e outros estudantes interessados, sendo que posteriormente os estudantes devidamente formados replicarão a formação de contação de histórias junto aos professores e outros atores sociais locais interessados na arte Griô (arte de contar histórias).

Os resultados e todas as expectativas que a equipe possuía foram avaliados e iniciamos um novo processo no início do ano corrente, para realizar a segunda visita pedagógica cultural no município de Maragogipe-BA, possível também através de parceria com a Secretaria de Educação desta nova jornada.

Nesta edição realizada entre os dias 10 e 14 de Julho de 2017, o projeto contou com monitoras e monitores estudantes de graduação da UNILAB, que desenvolveram diversas atividades com crianças do ensino infantil e fundamental I e II na comunidade de São Roque do Paraguacú, região predominantemente quilombola, e com o apoio financeiro do projeto “GRIÔs DA BAÍA DE TODOS OS SANTOS: histórias, lembranças e memórias que circulam pelas águas”, aprovado no Edital Setorial da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

 

 


Resultados Alcançados:

Conseguimos realizar atividades de formação com os bolsistas, entre eles oficinas de escrita criativa que contribuem para os processos de formação e atividades de leitura a serem realizadas nas próximas visitações.

Organizamos os materiais que são resultados da primeira visita realizada em junho de 2016, organizados em um acervo digital, destes resultados está em aberta à proposta de lançarmos um conteúdo áudio visual em parceria com outras instituições.

Edição do acervo de audiovisual para a montagem do documentário curta sobre a memória da comunidade de Caboto, em Candeias;

Conseguimos um financiamento importante para a execução deste projeto através do deferimento do Edital Setorial da Secult-BA. Reformulamos e concluímos a proposta de cronograma das visitas para o ano de 2017.

 

 


Projetos Financiados:

GRIÔ’S DA BAÍA DE TODOS OS SANTOS: histórias, lembranças e memórias que circulam pelas águas. 2017

Clique Aqui.

 

 


Parcerias Institucionais

Secretarias de Educação do Recôncavo Baiano.

Clique Aqui.

 

 


Monitoria

Grupo: Griôs na Baía de Todos os Santos.

Conheça, um pouco sobre  a trajetória d@s monitor@s do projeto de extensão Biblioteca Náutica e Espaço Griôt na Baía de Todos os Santos. Elas/Eles participaram das atividades pedagógica-culturais nos dois municípios visitados em 2017.

Membros da equipe de monitoria: Aldine Valente Batilon, Camila Alves Rosa Santos, Dairine Lara Tavares de Carvalho, Francisco Rodger Bessa, Gleidson dos Santos Silva Filho, Ilana Bonfim, Joselita Gonçalves dos Santos, Laissa Sobral Santos Martins, Maria Heloísa Lima dos Santos, Maria Aparecida Santana, Thatiane Maria Conceição Silva.

Clique Aqui.

 

Oficina de Contação de Histórias: A Arte Griôt de Contação.

Curso idealizado para a formação de monitores que farão parte da equipe do projeto Biblioteca Náutica e Espaço Griot na Baía de Todos os Santos, pensando em um processo formativo que possibilite ferramentas aos estudantes da UNILAB – Campus dos Malês, para a realização das diversas atividades durante  a visita que o projeto fará nos municípios de Maragogipe-BA e São Felix-BA no ano corrente.

Clique Aqui.

 

Seleção de Monitoria

Editais para seleção de monitoria que irão compor a equipe de trabalho da Biblioteca Náutica [2017/2018]

Clique Aqui.

 

 

 


Galeria de Imagens.

Memória Visual das atividades realizadas durante as Visitas Pedagógicas Culturais nos municípios banhados pela Baía de Todos os Santos

Clique Aqui.

 

 


Memórias de Afeto.

Confira os materiais produzidos pelas bolsistas e monitoria, entre os anos de 2016 e 2018, a cerca das visitas pedagógicas e culturais realizadas em parcerias com as Secretarias de Educação de cada comunidade que aportamos.

Entre os materiais, foram feitos Circulares, Revistas e Material audiovisual

Clique Aqui.

 

 

 


Seminários de Mobilização nas Comunidades que recebem as visitas

Seminário de Integração: Maragogipe – Educacão Étnico Racial E Racismo Ambiental. Maragogipe – São Roque do Paraguaçú/BA. 2017

Seminário de Integração:Educação para as relações Étnico-raciais. Possibilidades e desafios. São Felix/BA. Outubro de 2017

Clique Aqui.

 

 

 


Programação das visitas

Cronograma da visita realizada no município de Candeias em Junho de 2016.

Cronograma da vita realizada no município de Maragogipe em Junho de 2017.

Cronograma da vita a ser realizada no município de São Felix em Novembro de 2017.

Clique Aqui.

 

 

 



Acervo Digital 

Nesse link está disponível a bibliografia de materiais usados pela Biblioteca Náutica na Baía de Todos os Santos, nas formações da monitoria e durante as visitas pedagógica culturais, realizadas nos municípios banhados pela baía de todos os santos.

Clique Aqui.

 

 

 


 

Página no Facebook da Biblioteca Náutica. Clique aqui.